Pular para o conteúdo principal

Itália tem novo tremor e sofre com mais quedas de imóveis


Amatrice tem novo tremor e sofre com mais quedas de imóveis

Um novo terremoto de 3,7 graus na escala Richter foi registrado neste domingo (28) em Amatrice, na Itália. O abalo sísmico causou mais quedas nas estruturas de prédios já danificados, especialmente, na escola Romolo Capranica, recentemente reformada e parcialmente destruída no forte terremoto da última quarta-feira (24). As informações são da Agência Ansa.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia da Itália (INGV), desde a madrugada de quarta-feira, foram registrados 1.820 tremores de terra por toda a região de Lazio, Marcas e Umbria. A cidade de Amatrice, na província de Rieti, na região de Lazio, foi a que mais registrou mortos na tragédia, além de enormes danos materiais.

Segundo o prefeito, Sergio Pirozzi, a cidade precisa ser "colocada ao chão e reconstruída". Mais da metade do território foi danificado pelo sismo.

Número de mortos é corrigido

A Defesa Civil corrigiu na manhã deste domingo o número de vítimas fatais do terremoto na região central da Itália a pedido do governo da província de Rieti. Ao todo, 290 pessoas perderam a vida por causa do tremor, sendo 229 em Amatrice (que contabilizava anteriormente 230 mortos), 11 em Accumoli e 50 em Arquata e Pescara del Tronto, na região de Marcas.

O chefe da Defesa Civil, Fabrizio Curcio, informou ainda que há a possibilidade de 10 pessoas estarem desaparecidas. "Nós não trabalhamos com números de desaparecidos pela dificuldade de dimensionar o fenômeno. Mas, se o prefeito tem em sua conta que faltam 10 pessoas em Amatrice, nós vamos trabalhar para encontrá-las", destacou Curcio após uma reunião com autoridades locais.

Fonte: EBC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mapas mundi para usos múltiplos

Os trabalhos com mapas nas aulas de geografia são bastante importantes e a cartografia é uma linguagem já consolidada no auxílio das explicações geográficas, climatológicas e geológicas realizadas nas mais variadas situações didáticas. Neste post disponibilizo alguns mapa mundi com que o professor de geografia pode utilizar nas mais variadas situações de aprendizagens. O primeiro mapa é o mapa mundi político em preto e branco com possibilidades de usos diversos, como por exemplo, divisão em continentes, países centrais e periféricos, etc. O segundo mapa mundi possui tema específico para se trabalhar as coordenadas geográficas, sendo possível elaborar jogos para melhor compreensão desse contúdo e, por fim, o terceiro mapa mundi trata-se de um mapa mudo onde é possível trabalhar vários temas de acordo com o conteúdo selecionado. Este é um mapa que pode ser aberto em um editor de imagem (como o Paint do Windows) para preencher cada país com a cor que desejar. Caso você te

Proposta estabelece estratégia nacional para retorno às aulas

As diretrizes nacionais, definidas em acordo por todos os entes, servirão de referência para os protocolos de estados e municípios para o retorno às aulas. O Projeto de Lei 2949/20 estabelece uma estratégia nacional para retorno às aulas durante a pandemia de Covid-19. A proposta, do deputado Idilvan Alencar (PDT-CE), tramita na Câmara dos Deputados. Pelo texto, União, estados e municípios devem organizar colaborativamente o retorno às atividades escolares, interrompidas com o Decreto Legislativo 6/20 que reconheceu a calamidade pública por causa da pandemia. A estratégia será definida por princípios, diretrizes e protocolos, respeitadas as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e das autoridades sanitárias brasileiras. As diretrizes nacionais, acordadas por todos os entes, servirão de referência para os protocolos de estados e municípios para o retorno às aulas. Elas deverão seguir princípios como atenção à saúde física e mental de profissionais de educação e estudantes; pr

Os cinco maiores países do mundo

Rússia, Canadá, China, Estados Unidos e Brasil são os cinco maiores países do mundo em extensão territorial. A semelhança fica somente no quesito tamanho do território, quando olhamos para alguns dados populacionais as diferenças podem ser bastantes significativas. Veja os dados populacionais de cada um desses gigantes territoriais. População da Rússia Densidade demográfica 8,8 hab/km² Homens 66.644.047 habitantes Mulheres 76.812.871 habitantes População residente em área rural 26,08 % População residente em área urbana 73,92 % População total 143.456.918 habitantes Taxa bruta de mortalidade 15 por mil Taxa bruta de natalidade 12 por mil Taxa média anual do crescimento da população 0,042 % População do Canadá Densidade demográfica 4 hab/km² Homens 17.826.268 habitantes Mulheres 18.113.659 habitantes População residente em área rural 18,35 % População residente em área urbana 81,65 % População total 35.939.927 habitantes Taxa bruta de mortalidade 8 por mil Taxa