Pular para o conteúdo principal

[Para Discutir] Terremotos e suas consequências

Um dia após terremoto, total de desabrigados na Itália pode chegar a 3 mil
Foto: Reprodução EBC

Milhares de pessoas estão desabrigadas na região central da Itália após dois fortes terremotos terem atingido a área no início da noite de ontem (26).

O professor pode iniciar a discussão questionando a diferença entre desabrigado e desalojado sugerindo que os alunos falem sobre que outros tipos de desastres naturais ou antrópicos podem provocar situações semelhantes ao que ocorreu na Itália.

Segundo o sismólogo Alessandro Amato, do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV), foram cerca de 200 réplicas desde o primeiro tremor de 5,4 graus na escala Richter registrado ontem às 15h10 (no horário de Brasília).

Neste trecho da matéria nós temos a possibilidade de ampliar o vocabulário. O aluno pode ser solicitado a pesquisar sobre os temas "sismólogo, vulcanólogo, e escala Richter".

Terremoto ainda mais forte

Um outro sismo foi anotado às 17h18 (no horário de Brasília) ainda mais forte que o primeiro, de 5,9 graus, e houve mais de 30 réplicas de magnitude igual ou superior a 3 graus durante a madrugada e manhã desta quinta-feira (27).

O texto fala em "horário de Brasília" aqui o professor pode ampliar o conhecimento dos alunos discutindo o conteúdo Fusos Horários. Seria interessante propor (para alunos que já trabalharam esse conteúdo) uma investigação sobre a diferença de horário entre Brasil e Itália.

O epicentro de todos os maiores abalos sísmicos ocorreu entre Marcas e Perugia, próximos das pequenas comunas de Castel Santangelo sul Nera, Visso, Tolentino e Ussita, todas na mesma região.

Aqui é possível continuar ampliando o vocabulário conceituando o termo "epicentro" e trabalhar um pouco de cartografia, utilizando um atlas geográfico escolar, pedir que os alunos façam a localização das cidades citadas.

Em agosto, 298 pessoas morreram nas cidades de Amatrice, Accumoli e Arquata del Tronto e os locais registraram novos danos com o tremor de ontem. Estima-se que os danos estruturais nas cidades sejam maiores do que o sismo de agosto já que muitas residências e prédios já estavam parcialmente danificados por aquele tremor.

A forte chuva que cai na região também complica os trabalhos, já que as infiltrações podem causar ainda mais danos. As aulas foram suspensas nas regiões de Úmbria, Marcas e Abruzzo.

Uma questão para a reflexão dos alunos: além da suspensão de aulas que outras atividades podem ser prejudicadas devido a desastres naturais? Perguntar aos alunos se já ouviram alguma notícia de suspensão de serviços públicos devido a desastres naturais.

Roma sentiu tremores

Apesar de ficar relativamente longe do epicentro do terremoto, Roma registrou mais de 100 intervenções dos bombeiros após os tremores, sentidos na cidade. Rachaduras foram detectadas em vários prédios, mas de acordo com a Defesa Civil, nenhuma é tão grave a ponto de interditar as propriedades.

Vamos trabalhar escala nos mapas? O terremoto também foi sentido em Roma, que tal utilizar um mapa para descobrir a distância aproximada entre o epicentro e a cidade de Roma?

Cidades foram devastadas

Os prefeitos das cidades de Ussita e Castelsantangelo Sul Nero, ambas muito próximas ao epicentro dos dois fortes terremotos que atingiram a região central da Itália nesta quarta-feira (26), informaram que elas foram devastadas.



"É um desastre. Acreditamos que 80% das casas estão inabitáveis e, com os novos tremores, as pessoas estão cedendo psicologicamente", disse o prefeito Marco Rinaldi, após afirmar que a cidade ficou "destruída".

Que tal solicitar que o aluno coloque esses dados em um gráfico? Ele pode solicitar ajuda do(a) professor(a) de matemática para essa tarefa.

Com pouco mais de 400 habitantes, Ussita viu mais de 200 moradores dormindo nas ruas durante essa madrugada. Essas pessoas devem ser encaminhadas a "acampamentos" já existentes na localidade e as demais devem ir para casas de parentes.

Já em Castelsantangelo Sul Nera, a situação é similar. Segundo o prefeito Mauro Falcucci, "todo o centro está na zona vermelha", ou seja, com interdições que impedem que moradores e comerciantes voltem a habitar o local.

O líder da pequena cidade, que conta com 368 habitantes, informou que há "danos importantes em 90% de Castel Santangelo" e que toda a zona central será interditada nesta quinta-feira (27).

Alguma outra sugestão de atividade? Deixe um comentário aqui no site, compartilhe suas ideias.

Com informações da EBC publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mapas mundi para usos múltiplos

Os trabalhos com mapas nas aulas de geografia são bastante importantes e a cartografia é uma linguagem já consolidada no auxílio das explicações geográficas, climatológicas e geológicas realizadas nas mais variadas situações didáticas. Neste post disponibilizo alguns mapa mundi com que o professor de geografia pode utilizar nas mais variadas situações de aprendizagens. O primeiro mapa é o mapa mundi político em preto e branco com possibilidades de usos diversos, como por exemplo, divisão em continentes, países centrais e periféricos, etc. O segundo mapa mundi possui tema específico para se trabalhar as coordenadas geográficas, sendo possível elaborar jogos para melhor compreensão desse contúdo e, por fim, o terceiro mapa mundi trata-se de um mapa mudo onde é possível trabalhar vários temas de acordo com o conteúdo selecionado. Este é um mapa que pode ser aberto em um editor de imagem (como o Paint do Windows) para preencher cada país com a cor que desejar. Caso você te

Proposta estabelece estratégia nacional para retorno às aulas

As diretrizes nacionais, definidas em acordo por todos os entes, servirão de referência para os protocolos de estados e municípios para o retorno às aulas. O Projeto de Lei 2949/20 estabelece uma estratégia nacional para retorno às aulas durante a pandemia de Covid-19. A proposta, do deputado Idilvan Alencar (PDT-CE), tramita na Câmara dos Deputados. Pelo texto, União, estados e municípios devem organizar colaborativamente o retorno às atividades escolares, interrompidas com o Decreto Legislativo 6/20 que reconheceu a calamidade pública por causa da pandemia. A estratégia será definida por princípios, diretrizes e protocolos, respeitadas as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e das autoridades sanitárias brasileiras. As diretrizes nacionais, acordadas por todos os entes, servirão de referência para os protocolos de estados e municípios para o retorno às aulas. Elas deverão seguir princípios como atenção à saúde física e mental de profissionais de educação e estudantes; pr

Os cinco maiores países do mundo

Rússia, Canadá, China, Estados Unidos e Brasil são os cinco maiores países do mundo em extensão territorial. A semelhança fica somente no quesito tamanho do território, quando olhamos para alguns dados populacionais as diferenças podem ser bastantes significativas. Veja os dados populacionais de cada um desses gigantes territoriais. População da Rússia Densidade demográfica 8,8 hab/km² Homens 66.644.047 habitantes Mulheres 76.812.871 habitantes População residente em área rural 26,08 % População residente em área urbana 73,92 % População total 143.456.918 habitantes Taxa bruta de mortalidade 15 por mil Taxa bruta de natalidade 12 por mil Taxa média anual do crescimento da população 0,042 % População do Canadá Densidade demográfica 4 hab/km² Homens 17.826.268 habitantes Mulheres 18.113.659 habitantes População residente em área rural 18,35 % População residente em área urbana 81,65 % População total 35.939.927 habitantes Taxa bruta de mortalidade 8 por mil Taxa