Pular para o conteúdo principal

O Brasil de hoje não pode ser exemplo de democracia para outros países, diz senador


Voto de censura contra a Venezuela será apreciado nesta quarta-feira

Waldemir Barreto/Agência Senado
O presidente do Senado, Eunício Oliveira, informou ao Plenário que o requerimento de voto de censura à Venezuela será apreciado no Plenário nesta quarta-feira (9). Durante a ordem do dia desta terça-feira (8), o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) cobrou a votação do requerimento, de sua autoria. Segundo Ferraço, o Senado precisa se posicionar contra “a escalada de violência, a limitação da liberdade de expressão e o atentado contra as instituições democráticas” que vêm ocorrendo no país vizinho, governado por Nicolás Maduro.
— Nós estamos assistindo uma ditadura implantar-se em nossa região. Eu acho que o Senado da República precisa se manifestar — pediu Ferraço.
O tema causou polêmica em Plenário, com alguns senadores apoiando e outros criticando o voto de censura. O senador Reguffe (sem partido-DF) manifestou apoio ao requerimento e disse que é “absolutamente inaceitável o que está acontecendo neste momento na Venezuela”. Magno Malta (PR-ES) chamou Maduro de ditador e afirmou que “há um banho de sangue em Caracas”.
O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) disse que não é possível tolerar nenhuma ditadura, seja de qual ideologia for. Ele destacou que assinou uma nota de repúdio de seu partido, censurando a violência no país vizinho. Já Aécio Neves (PSDB-MG) lembrou o papel de liderança do Brasil e acrescentou que a situação da Venezuela exige um posicionamento de todas as democracias do mundo. Para Ronaldo Caiado (DEM-GO), o voto de censura é o mínimo que o Senado pode fazer.
— O que estamos assistindo é algo tão trágico, tão deprimente, que chega ao ponto do inimaginável. Aquilo que recebemos, a todo momento, pelas redes sociais é um verdadeiro massacre — lamentou.
Golpe
Na visão do senador Humberto Costa (PT-PE), porém, o Brasil de hoje não pode ser exemplo de democracia para outros países. Ele chamou de “golpe” o processo de afastamento da ex-presidente Dilma Rousseff e lembrou que o presidente Michel Temer é acusado de vários crimes, inclusive de formação de quadrilha. Humberto sugeriu a criação de uma comissão externa para ir até a Venezuela acompanhar os acontecimentos.
O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) admitiu que ninguém quer o aprofundamento da crise na Venezuela, mas apontou que o Brasil precisa retomar o papel de intermediário de conflitos. João Capiberibe (PSB-AP) argumentou que toda a violência é condenável, seja na Venezuela ou no Brasil. Para Capiberibe, no entanto, a preocupação maior do Senado deve ser com a violência que ocorre dentro do país.
Fonte: Agência Senado

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fuso Horário

FUSO HORÁRIO Cada um dos vinte e quatro setores esféricos em que se considerou dividida a superfície terrestre. Cada fuso horário é delimitado por dois semimeridianos que distam entre si 15°. Dentro de cada fuso horário convencionou-se existir a mesma hora (hora legal). Sempre que é necessário o traçado dos fusos é alterado, respeitando as fronteiras dos países, para que exista uma só hora dentro de cada estado. A Terra tem 24 fusos horários. O Meridiano de Greenwich (0°) é o marco inicial. Tendo Greenwich como referência, as localidades a leste apresentam horas adiantadas e as localidades a oeste registram horas atrasadas em relação a ele. Fuso Horário no Brasil O território brasileiro, por se encontrar no hemisfério ocidental, possui o seu horário atrasado em relação ao meridiano de Greenwich. Além disso, em razão de o país possuir uma ampla extensão (leste-Oeste), seu território é dividido administrativamente em quatro fusos horários, cuja demarcação oficia

Mapas mundi para usos múltiplos

Os trabalhos com mapas nas aulas de geografia são bastante importantes e a cartografia é uma linguagem já consolidada no auxílio das explicações geográficas, climatológicas e geológicas realizadas nas mais variadas situações didáticas. Neste post disponibilizo alguns mapa mundi com que o professor de geografia pode utilizar nas mais variadas situações de aprendizagens. O primeiro mapa é o mapa mundi político em preto e branco com possibilidades de usos diversos, como por exemplo, divisão em continentes, países centrais e periféricos, etc. O segundo mapa mundi possui tema específico para se trabalhar as coordenadas geográficas, sendo possível elaborar jogos para melhor compreensão desse contúdo e, por fim, o terceiro mapa mundi trata-se de um mapa mudo onde é possível trabalhar vários temas de acordo com o conteúdo selecionado. Este é um mapa que pode ser aberto em um editor de imagem (como o Paint do Windows) para preencher cada país com a cor que desejar. Caso você te

Os cinco maiores países do mundo

Rússia, Canadá, China, Estados Unidos e Brasil são os cinco maiores países do mundo em extensão territorial. A semelhança fica somente no quesito tamanho do território, quando olhamos para alguns dados populacionais as diferenças podem ser bastantes significativas. Veja os dados populacionais de cada um desses gigantes territoriais. População da Rússia Densidade demográfica 8,8 hab/km² Homens 66.644.047 habitantes Mulheres 76.812.871 habitantes População residente em área rural 26,08 % População residente em área urbana 73,92 % População total 143.456.918 habitantes Taxa bruta de mortalidade 15 por mil Taxa bruta de natalidade 12 por mil Taxa média anual do crescimento da população 0,042 % População do Canadá Densidade demográfica 4 hab/km² Homens 17.826.268 habitantes Mulheres 18.113.659 habitantes População residente em área rural 18,35 % População residente em área urbana 81,65 % População total 35.939.927 habitantes Taxa bruta de mortalidade 8 por mil Taxa