Pular para o conteúdo principal

O MUNDO DIVIDIDO - 8° ANO

O mundo dividido

O mundo em que vivemos é bastante heterogêneo. Essa heterogeneidade pode ser percebida em diversos aspectos: naturais, sociais, econômicos, culturais etc. 
Na organização de seus espaços ao longo da história, as sociedades acabaram por determinar diferenças globais decorrentes de sua trajetória política, econômica e tecnológica. Um dos principais contrastes mundiais na atualidade é o nível desigual de desenvolvimento econômico e social dos países, bem como as disparidades internas existentes.

As áreas continentais

Existem mais de 190 países no mundo que apresentam semelhanças e diferenças entre si. As diferenças se refletem na diversidade natural, humana e cultural e também na desigualdade econômica e social. Podemos agrupá-los em regiões ou áreas de acordo com características comuns que permitam certa unidade ou identidade interna.

No entanto, existem diferentes regionalizações do espaço mundial, de acordo com os diversos critérios adotados. Observe uma forma de regionalização do mundo no planisfério a seguir.

Observando o mapa, podemos identificar os continentes – América, África, Ásia, Europa, Oceania e Antártica – e os oceanos – Pacífico, Atlântico, Índico, Glacial Ártico e Glacial Antártico.

Os continentes e oceanos apresentam uma distribuição desigual pelos hemisférios terrestres, conforme podemos observar no próximo mapa. O Hemisfério Norte concentra as maiores áreas continentais, enquanto o Hemisfério Sul, a maior parte das águas oceânicas. As grandes porções de terra do planeta, as áreas continentais onde vivemos, somam, aproximadamente, 28% da superfície, enquanto os oceanos cobrem cerca de 72% da superfície terrestre.



Como você já deve saber, os oceanos são muito importantes para os seres humanos, pois são utilizados como vias de transporte, fonte de alimentos e para exploração de recursos minerais, como o sal e o petróleo. Também exercem grande influência no meio ambiente terrestre, levando umidade para as áreas continentais e influenciando a variação e a dinâmica da temperatura global.

Além disso, os plânctons (comunidades de pequenos animais e vegetais que flutuam nas águas doces, salobras e marinhas) são responsáveis pela origem e manutenção do oxigênio que há na Terra. Alguns fenômenos climáticos, como El Niño, La Niña e furacões, também se originam nos oceanos.

Num primeiro momento, podemos imaginar que os continentes são totalmente diferentes no que se refere às paisagens, à cultura e ao modo de vida de seus habitantes. Mas essa divisão é apenas física. Há países de continentes diferentes que apresentam muitas semelhanças e países de um mesmo continente com grandes diferenças. Os Estados Unidos da América e o México, por exemplo, embora façam parte do continente americano, apresentam grandes diferenças naturais, econômicas e sociais.

Fonte: Perspectiva geografia, 8 / Cláudia Magalhães... [et al.]. – 2. ed. – São Paulo: Editora do Brasil, 2012. – (Coleção perspectiva). p. 13-16.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mapas mundi para usos múltiplos

Os trabalhos com mapas nas aulas de geografia são bastante importantes e a cartografia é uma linguagem já consolidada no auxílio das explicações geográficas, climatológicas e geológicas realizadas nas mais variadas situações didáticas.
Neste post disponibilizo alguns mapa mundi com que o professor de geografia pode utilizar nas mais variadas situações de aprendizagens. O primeiro mapa é o mapa mundi político em preto e branco com possibilidades de usos diversos, como por exemplo, divisão em continentes, países centrais e periféricos, etc. O segundo mapa mundi possui tema específico para se trabalhar as coordenadas geográficas, sendo possível elaborar jogos para melhor compreensão desse contúdo e, por fim, o terceiro mapa mundi trata-se de um mapa mudo onde é possível trabalhar vários temas de acordo com o conteúdo selecionado. Este é um mapa que pode ser aberto em um editor de imagem (como o Paint do Windows) para preencher cada país com a cor que desejar.
Caso você tenha feito uso dess…

Proposta estabelece estratégia nacional para retorno às aulas

As diretrizes nacionais, definidas em acordo por todos os entes, servirão de referência para os protocolos de estados e municípios para o retorno às aulas.
O Projeto de Lei 2949/20 estabelece uma estratégia nacional para retorno às aulas durante a pandemia de Covid-19. A proposta, do deputado Idilvan Alencar (PDT-CE), tramita na Câmara dos Deputados.Pelo texto, União, estados e municípios devem organizar colaborativamente o retorno às atividades escolares, interrompidas com o Decreto Legislativo 6/20 que reconheceu a calamidade pública por causa da pandemia. A estratégia será definida por princípios, diretrizes e protocolos, respeitadas as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e das autoridades sanitárias brasileiras.As diretrizes nacionais, acordadas por todos os entes, servirão de referência para os protocolos de estados e municípios para o retorno às aulas. Elas deverão seguir princípios como atenção à saúde física e mental de profissionais de educação e estudantes; prev…

Os cinco maiores países do mundo

Rússia, Canadá, China, Estados Unidos e Brasil são os cinco maiores países do mundo em extensão territorial. A semelhança fica somente no quesito tamanho do território, quando olhamos para alguns dados populacionais as diferenças podem ser bastantes significativas.

Veja os dados populacionais de cada um desses gigantes territoriais.

População da Rússia
Densidade demográfica 8,8 hab/km²
Homens 66.644.047 habitantes
Mulheres 76.812.871 habitantes
População residente em área rural 26,08 %
População residente em área urbana 73,92 %
População total 143.456.918 habitantes
Taxa bruta de mortalidade 15 por mil
Taxa bruta de natalidade 12 por mil
Taxa média anual do crescimento da população 0,042 %

População do Canadá
Densidade demográfica 4 hab/km²
Homens 17.826.268 habitantes
Mulheres 18.113.659 habitantes
População residente em área rural 18,35 %
População residente em área urbana 81,65 %
População total 35.939.927 habitantes
Taxa bruta de mortalidade 8 por mil
Taxa bruta de natalidade 11 po…