Pular para o conteúdo principal

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável




Fome, pobreza, urbanização acelerada desafiam países no alcance dos Objetivos  de Desenvolvimento Sustentável


Desigualdades, bolsões de pobreza permanentes e rápida urbanização estão desafiando os países a cumprirem os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, de acordo com o Relatório dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável de 2018, lançado hoje, na sede da ONU, em Nova York. O documento também aponta que a mudança do clima e os conflitos são os fatores que mais contribuem para o aumento do número de pessoas que passam fome e são forçadas a se deslocarem e, consequentemente, reduzem o acesso básico a água e saneamento.
Pela primeira vez em mais de uma década, há 38 milhões de pessoas a mais no planeta que passam fome, número que subiu de 777 milhões em 2015 para 815 milhões em 2016. Segundo o relatório, os conflitos são, atualmente, uma das principais causas que geram a insegurança alimentar em 18 países. Em 2017, o mundo enfrentou a mais cara temporada de furacões no Atlântico Norte já registrada, atingindo perdas econômicas, atribuídas aos desastres, de mais de 300 bilhões de dólares.
Ao mesmo tempo, o relatório revela que mais pessoas estão vivendo em melhores condições de que a uma década atrás. A proporção de trabalhadores, de todo o mundo, que vivem com suas famílias com menos de U$ 1,90 por dia caiu substancialmente nas últimas duas décadas, baixando de 26,9% em 2000 para 9,2% em 2017.
A taxa de mortalidade de crianças com menos de cinco anos de idade caiu praticamente 50% nos países menos desenvolvidos, e a proporção da população com acesso à eletricidade mais do que dobrou entre 2000 e 2016. Entretanto, em 2015, dois bilhões e trezentos milhões de pessoas tinham de defecar a céu aberto. Em 2016, houve mais de 216 milhões de casos de malária, comparados com 210 milhões de casos em 2013, e aproximadamente 4 bilhões de pessoas ficaram sem proteção social naquele ano.
“Sem sabermos onde estamos agora, não podemos guiar nosso caminho para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Para isso, o relatório reflete os desafios para a disseminação de informações acessíveis e confiáveis com foco na Agenda 2030”, disse o Secretário Geral da ONU, António Guterres.
O relatório apresentou uma visão geral com o objetivo de fornecer insumos para o cumprimento dos ODS, adotados unanimamente pelos países-membros da ONU em 2015.
O subsecretário-geral da ONU para Assuntos Econômicos e Sociais, Liu Zhenmin, disse que “a transição para sociedades mais sustentáveis e resilientes também requer uma atuação integrada que reconhece que esses desafios e suas soluções são interligados”.
O relatório destaca também a necessidade de a comunidade global desenvolver soluções seguras, confiáveis e com dados acessíveis e desagregados para o cumprimento dos ODS. Isso requer, segundo o documento, tecnologia e inovação, aumento de recursos e compromisso político para a construção de sistemas de dados sólidos em todos os países.
Dados do relatório:
*As taxas de casamento de crianças continuaram a cair em todo o mundo. No Sul da Ásia, o risco de uma menina casar caiu mais de 40% entre 2000 e 2017.
*Nove em cada dez pessoas do mundo vivem em cidades com poluição do ar.
*Em 2016, o número absoluto de pessoas vivendo sem eletricidade caiu para menos de um bilhão.
*A degradação dos solos ameaça os meios de subsistência de mais de um bilhão de pessoas.
Fonte: Pnud Brasil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mapas mundi para usos múltiplos

Os trabalhos com mapas nas aulas de geografia são bastante importantes e a cartografia é uma linguagem já consolidada no auxílio das explicações geográficas, climatológicas e geológicas realizadas nas mais variadas situações didáticas.
Neste post disponibilizo alguns mapa mundi com que o professor de geografia pode utilizar nas mais variadas situações de aprendizagens. O primeiro mapa é o mapa mundi político em preto e branco com possibilidades de usos diversos, como por exemplo, divisão em continentes, países centrais e periféricos, etc. O segundo mapa mundi possui tema específico para se trabalhar as coordenadas geográficas, sendo possível elaborar jogos para melhor compreensão desse contúdo e, por fim, o terceiro mapa mundi trata-se de um mapa mudo onde é possível trabalhar vários temas de acordo com o conteúdo selecionado. Este é um mapa que pode ser aberto em um editor de imagem (como o Paint do Windows) para preencher cada país com a cor que desejar.
Caso você tenha feito uso dess…

Proposta estabelece estratégia nacional para retorno às aulas

As diretrizes nacionais, definidas em acordo por todos os entes, servirão de referência para os protocolos de estados e municípios para o retorno às aulas.
O Projeto de Lei 2949/20 estabelece uma estratégia nacional para retorno às aulas durante a pandemia de Covid-19. A proposta, do deputado Idilvan Alencar (PDT-CE), tramita na Câmara dos Deputados.Pelo texto, União, estados e municípios devem organizar colaborativamente o retorno às atividades escolares, interrompidas com o Decreto Legislativo 6/20 que reconheceu a calamidade pública por causa da pandemia. A estratégia será definida por princípios, diretrizes e protocolos, respeitadas as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e das autoridades sanitárias brasileiras.As diretrizes nacionais, acordadas por todos os entes, servirão de referência para os protocolos de estados e municípios para o retorno às aulas. Elas deverão seguir princípios como atenção à saúde física e mental de profissionais de educação e estudantes; prev…

Os cinco maiores países do mundo

Rússia, Canadá, China, Estados Unidos e Brasil são os cinco maiores países do mundo em extensão territorial. A semelhança fica somente no quesito tamanho do território, quando olhamos para alguns dados populacionais as diferenças podem ser bastantes significativas.

Veja os dados populacionais de cada um desses gigantes territoriais.

População da Rússia
Densidade demográfica 8,8 hab/km²
Homens 66.644.047 habitantes
Mulheres 76.812.871 habitantes
População residente em área rural 26,08 %
População residente em área urbana 73,92 %
População total 143.456.918 habitantes
Taxa bruta de mortalidade 15 por mil
Taxa bruta de natalidade 12 por mil
Taxa média anual do crescimento da população 0,042 %

População do Canadá
Densidade demográfica 4 hab/km²
Homens 17.826.268 habitantes
Mulheres 18.113.659 habitantes
População residente em área rural 18,35 %
População residente em área urbana 81,65 %
População total 35.939.927 habitantes
Taxa bruta de mortalidade 8 por mil
Taxa bruta de natalidade 11 po…