Pular para o conteúdo principal

Comissão discute sistema usado para avaliar a educação básica no Brasil

 

Comissão discute sistema usado para avaliar a educação básica no Brasil

O debate poderá ser acompanhado pela internet


A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados reúne-se na próxima segunda-feira (24) para discutir o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

Esse sistema "é um dos elementos centrais para a aferição de resultados da educação nacional em todos os níveis federativos", explica a presidente da comissão, deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), que sugeriu a realização do debate.

Segundo ela, os diagnósticos obtidos pela realização das avaliações orientam ações de planejamento do Ministério da Educação e das redes de ensino. "A partir das respostas à avaliação aplicada pelo Saeb, é possível medir o desempenho dos alunos em cada um dos descritores ou habilidades das disciplinas, que serão importantes na orientação e escolhas de políticas públicas adequadas."

O Saeb é aplicado em anos ímpares, e seus dados são divulgados em anos pares. Professora Dorinha ressalta que as avaliações deste ano merecem atenção especial devido ao contexto da pandemia e ao aprofundamento das desigualdades econômicas e sociais.

Debatedores
Foram convidados para discutir o assunto com os deputados:
- um representante do Ministério da Educação;
- o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), Vítor de Ângelo;
- o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Luiz Miguel Martins Garcia;
- o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Heleno Araújo; e
- o presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE),  Iago Montalvão.

A audiência será realizada no plenário 12, a partir das 9 horas. Os interessados poderão acompanhar o debate pelo portal e-Democracia, inclusive enviando perguntas, críticas e sugestões aos convidados.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fuso Horário

FUSO HORÁRIO Cada um dos vinte e quatro setores esféricos em que se considerou dividida a superfície terrestre. Cada fuso horário é delimitado por dois semimeridianos que distam entre si 15°. Dentro de cada fuso horário convencionou-se existir a mesma hora (hora legal). Sempre que é necessário o traçado dos fusos é alterado, respeitando as fronteiras dos países, para que exista uma só hora dentro de cada estado. A Terra tem 24 fusos horários. O Meridiano de Greenwich (0°) é o marco inicial. Tendo Greenwich como referência, as localidades a leste apresentam horas adiantadas e as localidades a oeste registram horas atrasadas em relação a ele. Fuso Horário no Brasil O território brasileiro, por se encontrar no hemisfério ocidental, possui o seu horário atrasado em relação ao meridiano de Greenwich. Além disso, em razão de o país possuir uma ampla extensão (leste-Oeste), seu território é dividido administrativamente em quatro fusos horários, cuja demarcação oficia

Mapas mundi para usos múltiplos

Os trabalhos com mapas nas aulas de geografia são bastante importantes e a cartografia é uma linguagem já consolidada no auxílio das explicações geográficas, climatológicas e geológicas realizadas nas mais variadas situações didáticas. Neste post disponibilizo alguns mapa mundi com que o professor de geografia pode utilizar nas mais variadas situações de aprendizagens. O primeiro mapa é o mapa mundi político em preto e branco com possibilidades de usos diversos, como por exemplo, divisão em continentes, países centrais e periféricos, etc. O segundo mapa mundi possui tema específico para se trabalhar as coordenadas geográficas, sendo possível elaborar jogos para melhor compreensão desse contúdo e, por fim, o terceiro mapa mundi trata-se de um mapa mudo onde é possível trabalhar vários temas de acordo com o conteúdo selecionado. Este é um mapa que pode ser aberto em um editor de imagem (como o Paint do Windows) para preencher cada país com a cor que desejar. Caso você te

Os cinco maiores países do mundo

Rússia, Canadá, China, Estados Unidos e Brasil são os cinco maiores países do mundo em extensão territorial. A semelhança fica somente no quesito tamanho do território, quando olhamos para alguns dados populacionais as diferenças podem ser bastantes significativas. Veja os dados populacionais de cada um desses gigantes territoriais. População da Rússia Densidade demográfica 8,8 hab/km² Homens 66.644.047 habitantes Mulheres 76.812.871 habitantes População residente em área rural 26,08 % População residente em área urbana 73,92 % População total 143.456.918 habitantes Taxa bruta de mortalidade 15 por mil Taxa bruta de natalidade 12 por mil Taxa média anual do crescimento da população 0,042 % População do Canadá Densidade demográfica 4 hab/km² Homens 17.826.268 habitantes Mulheres 18.113.659 habitantes População residente em área rural 18,35 % População residente em área urbana 81,65 % População total 35.939.927 habitantes Taxa bruta de mortalidade 8 por mil Taxa